AJUDA HUMANITÁRIA DE ISRAEL

 
Por Shoshana C.
      Israel, ao longo de vários anos, defrontado com inúmeras tragédias decorrentes de desastres naturais, vem demonstrando postura humanitária mesmo em relação a países sem vínculos diplomáticos, com divergências políticas e ideológicas.
      Mobilização imediata de especialistas  com todo o material tecnológico de mais alto padrão, equipagem cirúrgica, provisões em medicamentos e alimentos não perecíveis.
      Tendo Israel amplo conhecimento e prática  em lidar com catástrofes, está a frente na ajuda e resgate de
vítimas.
      Historicamente falando, desde 1953 no terremoto na Grécia, se destacaram;em 1985 no México com cerca de 10 mil mortos, HondurasNicaráguaGuatemalaEl Salvador em 1998 com o furacão Mitch considerado o pior do século de 22 de outubro a 5 de novembro.
Também, Tailândia, Índia, Turquia em 1999, bem como Colômbia foram abaladas por fortes terremotos.
Em 2001, na Índia,cinco aviões da Força Aérea de Israel partiram e mais de 200 pessoas foram ajudadas.
Novamente El Salvador sofreu em 2001 terremoto.
Iran em 2003 sofreu um terremoto que matou cerca de 300 mil pessoas. Apesar de oferecimento oficial,as autoridades iranianas não aceitaram ajuda, mas mesmo assim donativos de israelenses em provisões e remédios foram enviados.
Em 2004 a Indonésia, atingida por maremoto e não tendo relações diplomáticas com Israel, este
imediatamente enviou  75 toneladas entre medicamentos e provisões.Para o Sri Lanka equipes do departamento de cirurgia e traumatologia do Hospital Hadassah de Jerusalém e Maguen Davi Adom, serviço emergencial, abasteceu  com remédios e necessidades básicas.
Paquistão em 2015, terremoto com centenas de mortos, Israel prontamente se dispôs a ajudar,mas o governo não aceitou ajuda oficial a não ser indiretamente pela ONU e Cruz Vermelha.Enviadas foram  as necessidades requeridas.
     Agora,em setembro de 2017,novamente o México sofreu os horrores do terremoto.
     Equipes especializadas israelenses e voluntários israelenses ZAKA  logo chegaram sendo aclamados pelo povo mexicano.Esforços não foram poupados para que o objetivo da missão fosse concretizado enquanto houvesse esperança. Esta firme expectativa de encontrarem sobreviventes deu forças para que continuassem os trabalhos.
     LT Liad Sachar,comandante das tropas disse”Mesmo se encontrarmos uma só pessoa viva, é o mundo”.
     Suporte médico e psicológico para crianças que perderam suas casas em áreas rurais  que nenhuma outra organização havia alcançado.
     Outra aclamação na chegada a Israel com seus objetivos cumpridos.
     O BEM sobrepondo-se.
     A VIDA  sobrepondo-se  à morte.
P S.  ZAKA organização composta de milhares de voluntários que se prontificam em qualquer ataque terrorista, acidente ou desastre em terra e mar
Fontes pesquisadas:Jerusalem Post,Sheila Sacks e Wikipedia.
Bookmark the permalink.

Comments are closed.