Israel e seu Verdejar

Notícias de Israel

Por Shoshana C.

 

 Deserto+Areia= Floresta,Bosque

                            

                     A primeira conferência de jovens líderes da América Latina para o melhor conhecimento do que a KKL-GNF (fundo nacional  cujo  objetivo é  reflorestar o país, sendo a organização verde mais antiga do mundo) vem realizando, aconteceu entre 27/12/2016 até 4/1/2017 em Israel.

A função deste órgão não é só reflorestar e sim atuar no desenvolvimento do país.

Foram reunidos voluntários e profissionais do Brasil,México,Argentina,Uruguai,Chile,Equador

e Cuba  sendo o propósito o aprendizado e a troca de experiências.

O grupo tomou contato com os vários projetos que aconteceram e acontecem:Parque do Lago Hula,Bosque Biria com seu caminho dos Justos ao norte,Parque Ariel Sharon ao centro, Aravá ao sul de Israel.

 

Na Aldeia de Reabilitação Neguev-Nahlalat há pessoas com necessidades especiais onde foi realizado um trabalho que mudou a qualidade de vida dessas pessoas: edifícios residenciais,clínica,piscina hidroterápica, equitação terapêutica,um canto para terapia com animais, oficina de trabalhos manuais.

Quinhentos pacientes aí vivem ,recebendo anualmente mais de 1800 pessoas para tratamento ambulatorial.

Jardins e áreas verdes cercam o local.Sendo um área muito quente, o paisagismo com seu elemento verde atua muito positivamente na  vida dessas pessoas.

Em Guilat há um “berçário(nursery),onde milhares de brotos de árvores e arbustos são cuidados para posteriormente serem replantados nas florestas,locais públicos onde em geral o clima quente e o solo árido maltratam as pessoas.

 

No lado ocidental do deserto de Neguev na comunidade de Naveh há um espírito de pioneirismo.

É uma área localizada a cerca de 5 km da Faixa de Gaza,onde era uma rota de contrabando

de drogas,armas e tráfico humano. A KKL teve um papel único no estabelecimento dessas cidades, construindo casas,edifícios públicos,campos de agricultura, playgrounds.

Por volta de nove anos passados só havia areia neste local.Ninguém nunca aí viveu.

Há infra estrutura, não só belos jardins .O representante do Equador,maravilhado, disse que quando realmente se acredita num sonho, luta-se por ele então ele acontece.

Mente e  mãos dos homens operando milagres com a perseverança.

 

Parque do Lago Hula—no centro do Hulla Valley,na Galileia foi restaurado depois da drenagem em 1950, para erradicação da malária. Foi trabalhado uma área própria para a agricultura.

Atualmente se transformou num parque aclamado internacionalmente,um rico ecossistema que incentiva o ecoturismo.

É um refúgio para pássaros–vegetação diversificada e vida selvagem.

Os turistas encantam-se com os locais onde podem observar os pássaros migratórios (duas vezes por ano), águas repletas de peixes, áreas para recreação, podendo-se passear de bicicleta,veículos e a pé.

” Hula Lake Park” ganhou reconhecimento mundial como um dos mais importantes locais de apreciação, inclusive para fotografias.

Ganhou o nono lugar entre vinte no mundo sendo julgado por trezentos conhecedores,entre eles cientistas,ecologistas e fotógrafos.

 

Bosque Biriya—- no alto da Galileia,

É uma floresta inclinada ao norte de Israel e a maior plantada na Galileia.

Há uma variedade de locais fascinantes: florestas,bosques,fontes,uma sinagoga muito antiga, flora diversa,trilhas, áreas de recreação,vistas panorâmicas.

No meio da floresta está a Fortaleza de Biriya,um local de determinação do povo judeu de habitar sua terra.

Alunos e turistas podem aprender visualmente e interativamente sobre a história local,seu

reflorestamento e sua natureza.

É um local de clima agradável mesmo no verão,com flores diversas ,campestres, brotando.

A história conta que era uma área dominada pelos britânicos e que o povo de Israel se revoltou, muitos foram mortos mas insistiram e ali continuaram até que o exército britânico desistiu, permitindo que os pioneiros ali ficassem.

A área de Ein Zeitim de recreação tem mesas para piqueniques,água de fonte potável,playgrounds para crianças.

Frisamos que não são áreas naturais.São locais onde houve um planejamento estrutural com estudos por engenheiros,cientistas,silvicultores,agrônomos,paisagistas, idealizados, concretizados muitas vezes arduamente pelo homem.

Continuaremos,no próximo artigo, sobre outros locais dignos de serem visitados,onde o verde e  o colorido das flores se entrelaçam com o ser humano num viver de paz e alegria.

O povo de Israel não esmorece,não desiste.
          No incêndio ocorrido em novembro de 2016, cerca de dez mil árvores frutíferas foram
destruídas.
          Neste ano,no dia 11 de fevereiro  de 2017 será Tu B’Shvat.–o Ano Novo das Árvores Frutíferas(Talmud Rosh Hashana)
          Há o projeto que será concretizado de se plantarem o mesmo números de árvores nos mesmos lugares .

 

 

PS —Fonte-Jerusalem Post

Massada

Massada

Por Maria Inês Cerantola
Com uma história forte de fé, lutas, resistência e trágica rendição após o cerco dos romanos no ano 72 da era atual, essa cidade é uma das mais visitadas de Israel e mais um sitio de patrimônio mundial. Está situada no alto de uma íngreme montanha, com vista para o deserto pelo lado ocidental e para o Mar Morto, pelo lado oriental. A fortaleza de Massada foi construída pelo rei Herodes e toda sua arquitetura e artefatos arqueológicos encontram-se muito bem preservados, tendo passado por reformas numa homenagem ao local e ao heroísmo dos habitantes. Além da impressionante construção do palácio do rei Herodes, há casas de banho em estilo romano com piso de mosaico colorido e paredes decoradas com murais, o palácio ocidental bastante luxuoso, o mikveh (banho ritual judaico), armazéns, torres de vigília e sinagoga. Há ainda artefatos encontrados no local como contêineres para armazenar comidas e bebidas, cerâmicas, pergaminhos e moedas. É este o maior e mais completo campo de cerco romano existente na atualidade é considerada um dos melhores centros turísticos desse tipo, no mundo; tendo sido classificada como melhor, no ano 2.000. Há ainda, exibição de filme sobre a história da cidades e maquetes de bronze que dão idéia de como eram as construções, o armazenamento da água e o sistema de cisternas, na época.
O acesso pode ser feita a pé, pela “estrada da serpente”, ideal para quem gosta de trilha, ou pelo teleférico que sai do Centro de Turistas, ao é da cidade até o topo.
Segundo os visitantes, o pôr do sol em Massada é um espetáculo único e que vale a pena assistir.

Acre – Akko

Notícias de Israel - Akko

Por Maria Ines Cerantola
Outra cidade de Israel, sitio de patrimônio mundial, é Acre – Akko em hebraico, cuja história se conta através das marcas de muitas nações que deixaram suas impressionantes construções bastante conservadas. Sofreu vários cercos, incluindo de Napoleão Bonaparte em1799, que se retirou frustrado após dois meses de tentativas infrutíferas. Situa-se na região da Galileia, ao norte da baia de Haifa, na costa do Mediterrâneo, próximo ao Monte Carmelo. Suas íngremes e grossas muralhas de arenito sobrevivem há séculos. Acre é habitada desde o tempo dos fenícios e suas muralhas, fortes e fortalezas deixadas pelos ocupantes desde os tempos antigos, aliados ao ponto privilegiado em que está e à oferta de atrações diversificadas, fazem dela um local que deve ser visitado.
Nas passagens subterrâneas há uma grande mesquita, um monastério cristão, uma hospedaria e banhos turcos, salões construídos pelos cavaleiros templários, um túnel dos templários e importantes achados arqueológicos. Há vários museus e igrejas, hotéis perto das belas praias, uma marina e um porto de pescaria, além de restaurantes e bares com cardápio típico e internacional, onde a preferência é pelo suco de romã feito na hora e seu famoso húmus (pasta de grão de bico), considerado um dos melhores de Israel e ótimos restaurantes de peixes, no porto.
Perto da cidade, pode-se também desfrutar de um passeio pelo Jardim Bahai, cujos canteiros de flores foram projetados cuidadosamente.
Akko oferece anualmente vários festivais que atraem turistas do mundo todo e onde acontece o famoso Festival de Teatro Alternativo Israelense, com participação de produções locais e estrangeiras, teatro de rua e performances ao ar livre; concertos, oficinas de artes e palestras, das mais variadas expressões artísticas. Muitos são encenados nos locais históricos, como a cidadela e salas da era das Cruzadas, conservadas admiravelmente. O Festival é o símbolo da coexistência entre árabes e judeus, que recebem juntos, treinamento por profissionais de teatro israelense. A temperatura agradável das águas mar, os passeios entre as muralhas da cidade que se encontram sobre ele, fazem com que a maioria dos visitantes retorne, com prazer, a Acre. Imperdível!

CIDADES DE ISRAEL – SÍTIOS DE PATRIMÔNIO MUNDIAL

Noticias de Israel - Beersheva

Por Maria Inês Cerantola

Ao lado de várias realizações no campo científico, da modernidade em que vivem seus habitantes, há um patrimônio histórico e cultural bastante preservado e visitado por pessoas do mundo todo. Seu pequeno mas avançado território, possui inúmeros e conhecidos pontos turísticos, entre eles, cinco sítios considerados Patrimônio Mundial, a saber:
– a cidade velha de Acre – Akko;
– Massada;
– a cidade branca de Tel Aviv;
– a rota do incenso – cidades do deserto de Neguev;
– os montes Meguido, Hatzor e Beer sheva.
Localidades bastante conhecidas pela história passada, vejamos na atualidade, o que os visitantes encontram e podem fazer em cada uma delas.
Beer Sheva
A Beer Sheva atual está localizada a cinco quilômetros da Beer Sheva – conhecida como Bersabeia, do período da monarquia israelita, onde se encontra grande patrimônio histórico preservado que, por si só, já é um convite à sua visita.
A atual foi fundada no inicio do século XX e estabelecida cidade judaica em 1949. Situada no sul do pais e considerada a capital do Neguev, é uma cidade moderna que, além dos sítios históricos, museus, zoológicos e outros, abriga uma das maiores universidades do país, motivo de orgulho para seus estudantes, vindos de várias regiões do mundo. A presença de mais de quinze mil jovens universitários agita a cidade e disponibiliza atividades também para essa faixa etária, além de mostrar que é possível conviver em paz, mesmo com tanta diversidade. Beer Sheva recebe muitos imigrantes e dispõe de comércio variado, mesclando modernidade e preservação de tradições, como o mercado beduíno e o centro de artesanatos etíopes. A confecção e vendas de objetos de cobre, pedras preciosas, vidro, cerâmica e bordados, trazem um colorido especial ao comércio que é completado por lojas modernas de roupas, calçados e outros artigos. Dispõe de atrações noturnas e atividades para todas as idades, seja em locais fechados ou ao ar livre. Entre os locais mais visitados, estão os museus de interesse específico, como por exemplo o museu de Ciências para todas as idades, espaço interativo, o da Força Aérea Israelense, o da criança e o de arte, entre outros. Bares e clubes com boa música e boa comida são garantidos em ambientes muito bem decorados. O transporte público é bom e seguro e pode-se utilizá-lo para viajar de lá a outras localidades de Israel, de carro ou a pé. Como em todo Israel, a segurança é uma constante e os visitantes podem confiar e desfrutar dos excelentes passeios.

Ainda sobre mel…

Noticias de Israel

Por Shoshana C.

“Terra que emana leite e mel”

Foi anunciado há algum tempo pela revista científica “PNAS”( Proceedings of
the National Academy of Sciences ) que arqueólogos descobriram colmeias de abelhas domésticas

de cerca de três mil anos passados, em Israel.

O achado foi na colina de Tel Rehov, ao norte de Israel, no vale do rio Jordão, sendo

um centro de apicultura do tempo dos reis Davi e Salomão,segundo os arqueólogos.No local foram

achados vinte e cinco cilindros onde eram depositados os favos. Cada colmeia media oitenta cm.

de comprimento e quarenta de diâmetro. Calcula-se entre setenta e cinco e duzentas, com mais de

um milhão de abelhas e uma produção de cerca de quinhentos quilos de mel e setenta de cera.

Amilhal Mazar,da Universidade Hebraica de Jerusalém,suspeitou que os cilindros

de argila seriam para a criação de abelhas.Havia uma pequena abertura de um lado e uma tampa

do outro,que seriam os locais para a entrada dos insetos e manipulação de favos.

Os estudiosos israelenses foram ajudados à distância pelo biólogo brasileiro Tiago

Francoy, que havia realizado sua tese de doutorado, estudando com Stefan Fuchs, na Alemanha.

Pesquisas verificaram espécies diferentes, sub espécies e aventa-se a possibilidade de

um comércio constante de rainhas e colmeias de um lugar para outro,apesar dos estudos não

confirmarem se saberiam a rainha mãe ser a responsável por manter as colmeias funcionando.

Eucaliptos Australianos

Israel com verões muito quentes,longos e secos tem flores que só florescem uma vez por ano, na primavera. Sendo assim as abelhas têm de ser alimentadas com açúcar originando um mel não muito saudável.

Por esta razão, Israel resolveu importar da Austrália eucaliptos que florescem o ano

inteiro; assim sendo a produção de mel aumentou consideravelmente. As primeiras mudas foram

trazidas em 1998 .Mais de cem mil árvores vêm sendo distribuídas aos apicultores.

Fonte: Centro de Mídia Brasil Israel

COMO ISRAEL ESTÁ SALVANDO AS ABELHAS

Notícias de Israel - abelhas

Por Shoshana C.

A SÍNDROME DO COLAPSO DAS COLÔNIAS (CCD) está afetando países produtores
de mel, o que está ocorrendo muito menos em Israel, graças a inovações estratégicas, estando a
situação estável.

A estas alturas do Ano Novo Judaico(5777),esta é uma ótima notícia,já que grande parte
das receitas culinárias levam mel,como perspectiva de um ano novo doce e feliz.

Mas sob o ponto de vista da produção,as abelhas têm um papel importante na agricultura,
polinizando plantações.

Em Israel a população de abelhas declina 10% a cada ano,enquanto nos Estados Unidos,
30 a 50% e segundo Hertzel Avidor,superintendente nesta área, relata que há pesquisas sob todos os ângulos biológico e botânico para se estimular as abelhas na produção de mel.

O Conselho Israelense ajuda aos quinhentos produtores de mel a implementar táticas
inovadoras para manterem cento e dez mil colmeias.A pequena redução das abelhas não afeta
o suprimento de mel em Israel,pois a cada ano novas colônias são introduzidas para
compensar a perda.

O clima é a principal variante para o alcance anual de três mil toneladas.

O passo primordial para se evitar o CCD é seguir as indicações para se erradicar o ácaro VARROA,o parasita responsável pela síndrome.

Outra estratégia para que as abelhas sejam mais saudáveis e mel mais saboroso, são as oitenta a cem mil mudas variadas,especialmente eucaliptos,plantadas a cada ano para prover às abelhas uma dieta variada e abundante apesar da perda de áreas verdes para a urbanização.Estas mudas são distribuídas
gratuitamente por órgão governamental israelense.
Planta-se eucaliptos ao longo das fronteiras com Gaza e Síria,não só para alimentar as
abelhas mas para proteger esta área de tensão, a” winwin situation”–situação de ganho,de benefício dobrada.

Como os apicultores têm terras mas não flores e arbustos suficientes, há esta cooperação governamental de grande valia para todos: Israel fica mais verde enquanto atrai as abelhas para produzirem um mel categorizado. Povo e produtores beneficiados .

Graças às espécies de plantas, árvores introduzidas que florescem no inverno,não se torna
necessário nutrir as abelhas com água e açúcar nestes meses frios o que possibilita a produção de mel mais saudável. A pesquisa volta-se para as plantas que as abelhas mais procuram,pois plantas e mel estão conectados diretamente.

Como em encontros internacionais Israel expôs em palestras sua produção, países estrangeiros
se interessaram.Há um catálogo em língua inglesa listando as mais ricas mudas e sementes em néctar.

O sabor varia de acordo com o tipo de flor.A maioria do mel vendido em Israel contém mistura de
diferentes fontes incluindo laranja, ameixa, eucalipto, abacate,alfarroba, tomilho

Foi relatado que em Kansas as abelhas se alimentam só de grãos de soja e milho,uma dieta pobre,sendo mais frágeis,ocasionando a síndrome,pois não são tão fortes como as que têm uma dieta variada de flores diversas.

Os americanos ficaram surpresos ao saber que o governo subvenciona as mudas e sementes,
pois em outros países simplesmente aconselham a plantar, sem ajuda financeira ou tecnológica.

O físico Albert Einstein disse:

“Se a abelha desaparecer da face da terra,a humanidade terá
apenas mais quatro anos de existência;sem abelhas não há polinização,não há
reprodução de flora,sem flora não há animais,sem animais não haverá raça humana”

Fonte:Israel 21C, através do “Jerusalem Post”
Globo Rural–Campo Aberto

Adeus a Shimon Peres

Shimon Peres

Por Maria Inês Cerantola
É com grande tristeza que Israel e o mundo receberam hoje a morte de Shimon Peres, o maior estadista vivo da História e um dos maiores responsáveis pela manutenção da democracia israelense. Participou dos movimentos para a criação do Estado de Israel, lutou pela paz, tendo recebido em 1994, o prêmio Nobel da Paz, pelo Acordo de Paz de Oslo, assinado em 1993, com Yasser Arafat , também premiado. Foi um dos criadores do Exército de Defesa de Israel; presidente e primeiro ministro. Nascido na Polônia em 1923, chegou em Israel em 1934 influenciando sobremaneira a vida e os destinos da Nação, mantendo-se na ativa busca da paz. Além dos estudos religiosos recebidos do avô, estudou Comércio, Filosofia, Economia Inglesa e Administração Avançada em Havard. Mente brilhante e privilegiada, suas respostas frases ganhavam imediatamente repercussão internacional e é com uma delas, especial para o momento que o mundo se encontra, que encerro minha homenagem a esse grande homem. “É melhor ser controverso pelas razões certas do que popular pelas razões erradas”.

Uma lição de não desistência,de superação!

Notícias de Israel

Por Shoshana C.

Delegação dos Estados Unidos visita Israel para aprendizagem de técnicas anti terroristas.
Israel é o único país que tem um memorial honrando cada vítima do ataque às Torres Gêmeas.
Em respeito à esta homenagem em 09 de setembro e com o objetivo de se capacitarem de como Estado de Israel lida defensivamente para proteger seus cidadãos,cinquenta e dois oficiais de vários estados
americanos, chegaram na primeira semana de setembro a Israel.
Irão treinar com as várias unidades, exercícios de contra terrorismo e visitarão a academia de polícia em Beit Shemesh.
Participarão de demonstrações sobre as diferentes formas de bloquear veículos com
terroristas,de diferentes formas de luta,incluindo o Krav Maga e várias outras táticas usadas.
A delegação inclui oficiais masculinos e femininos de Nova York, New Jersey,Virginia,
Colorado, Califórnia e Nevada.
O líder da delegação ,Michel Safris destacou que há muito respeito pela eficiência de Israel em suas avançadas estratégias mescladas com a habilidade de cumprimento da lei de forma humana,embora lidando com terroristas perigosos.
Safris declarou que a guerra dos Estados Unidos ao terror,começou a 11 de setembro de 2001,mas que Israel tem lidado com o terrorismo há muito antes ,estando aptos a ensinar ao mundo, infelizmente,esta sua experiência e perícias próprias.
Continuou dizendo que a lei de Israel tem como meta primordial promover segurança e proteção
a todos indivíduos que ali vivem e que os Estados Unidos similarmente se propõem a isso.
O Brigadeiro General Americano Russel Howard disse na conferência em Hertzilia de Contra Terrorismo, que” Israel é uma peça chave do enigma para resolver o crescimento do grande problema que é o terrorismo mundial”

Como a França vem sofrendo um momento de terror com várias ameaças pendentes,um membro do parlamento francês disse que precisavam introduzir em suas leis, Detenção Administrativa, método usadopelos israelenses a partir do momento em que desconfiam dos modos estranhos de determinadas pessoas.
Rebatendo aos que foram contrários, perguntou se deveriam esperar para agir após o acontecido,ou agir antes?
Israel para vencer o terrorismo assim faz:em benefício de seu povo, prende suspeitos e os detém em centros de avaliações para estudarem seu grau de periculosidade.Continuarão ou não presos após as averiguações e julgamento.
Os presos não são humilhados nem sofrem mau tratos.
Um juiz aprovará ou não a decisão dada pelos serviços de inteligência.
Várias delegações europeias observam em Israel os direitos dos prisioneiros,mas é a primeira vez que um governo oficialmente envia um oficial para aprender os métodos de trabalho.
Georges Tenech,um político de alto escalão e expert em anti terror visitou a prisão israelense de Ofer.
Elogiou a seguridade do Aeroporto Ben Gurion como sendo um exemplo a ser copiado por outros países, encontrando-se com a Agência Israelense de Segurança, para estudo.
Quero enfatizar que esta Detenção Administrativa dá o direito a julgamento e é controlado por órgãos superiores.

A Colômbia também enviou uma delegação a Israel com o propósito de se aperfeiçoar em cursos e entrar em contato com equipamentos modernos capazes de desmontar os campos minados com bombas explosivas,que podem estar adormecidas por anos e que matam inocentes.
Cerca de onze mil colombianos foram mortos, feridos, amputados por esse perigosos artefatos,desde 1991, colocados pela FARC-EP.
A cooperação entre Israel e Colômbia inclui também a orientação para a substituição do plantio de coca com sua consequente exportação e tráfico de cocaína, por cultivo de produtos legais e comercialmente lucrativos.

Enfim,Israel,devido à perseguição milenar dos judeus e seu povo(vide os artigos sobre Inquisição),relatos do terrível Holocausto da II Guerra Mundial que matou muitos não judeus mas cuja meta principal foi o extermínios total dos judeus no mundo,isto elaborado e concretizado por uma equipe composta de inteligentes e dedicados especialistas fiéis a Hitler, que implementaram um plano estratégico,
levando-os de todos os países europeus para campos de concentração e câmaras de gás através de um organizado sistemas de estradas de ferro,sofrendo humilhações,torturas, sofrimentos atrozes.
Morreram seis milhões de judeus…

Mas,eles estão aí____resilientes,resistindo,recuperando-se,perseverando,nunca desistindo.

PROTEÇÃO é o impreterível desígnio do Estado de Israel às pessoas que lá vivem.

Através do próprio sofrimento ,Israel conseguiu firmar-se num patamar de excelência em ajudar o mundo contra o terrorismo.

Fontes–Jerusalem Post
Arutz Sheva