S A C H   –  Salve o Coração de uma Criança

Por Shoshana C.
                                          Corrigindo Corações –Construindo Pontes
                            A cada 29 horas uma criança muito mal, oriunda de um país em desenvolvimento é salva na unidade cirúrgica cardíaca do SAVE A CHILD’S HEART ( SACH), em Israel ou nas missões médicas israelenses para alguns desses países.
                             Milhares de crianças de famílias pobres ao redor do mundo, estão vivas hoje, graças a um pequeno número de cirurgiões voluntários.
                             SACH salva crianças com defeitos congênitos, sem chances de sobrevivência em seus países nativos, independentemente de seu status político, sócio cultural, religioso ou racial.
                             O objetivo em Israel é salvar essas vidas,mas paralelamente trabalha fora de Israel
para multiplicar seus ensinamentos, treinando médicos.
                             A meta é criar Centros de Competências em todo mundo para que possam salvar por si próprios suas crianças. Até que isso seja alcançado, essas crianças continuarão a ser trazidas para Israel.
                             Mais de 4000 crianças de mais  de 50 países foram salvas, enquanto milhares estão recebendo em seus países tratamentos que precisam, por pessoas ensinadas pelo SACH.
                             O primeiro cirurgião da Tanzânia e da Etiópia foram treinados pela entidade.
                             Um novo hospital de crianças está sendo construído no Wolfson Medical Center,em Tel aviv que irá abrigar o Primeiro Centro Internacional  Cardíaco Pediátrico do Oriente Médio.
                            Dr Sagi Assa médico israelense, com alegria expôs o sucesso da operação à mãe do menino de 11 anos, Marwan, nascido com um sério problema coronariano. O menino veio com sua mãe do Iraque Curdistão e teve uma válvula cardíaca artificial feita a partir da veia jugular de uma vaca, inserida em sua artéria pulmonar.
                            Na sala de cirurgia, ao som de musica clássica, Dr Assa disse que era o mais complicado e perigoso procedimento até então que realizou.
                            A veia jugular da vaca foi usada para fabricar tecnologia de 30 000 dólares (fornecida à instituição de caridade com grande desconto).
                             Só fabricam de vacas australianas, pois são criadas com alta qualidade e cuidado de inspeção.
                            “Após uma hora da cirurgia Ghaza Ali foi capaz  de sussurrar obrigado e sorrir”
                             Dr Lion Sasson, israelense,  operou com sucesso Fajar e sua irmã Zacra de Gaza, juntamente com Dr Addas, palestino, e o etíope Dr Mekonnen, de problema cardíaco congênito.
                                                   Doação, Amor, Estudo, Persistência
                                                          pela VIDA, por VIVER!!
Bookmark the permalink.

Comments are closed.